38º FESTE

Festival Nacional de Teatro de Pindamonhangaba


Sinopse

EspetÁculo convidado

EspetÁculo Adulto

EspetÁculo INFANTIL

EspetÁculo RUA


COMISSÃO SELECIONADORA


ATULKUMAR BABULAL TRIVEDI - Juri Seleção


Ator e diretor de Teatro desde 1973 quando estudante de engenharia na Índia, onde estudou. Realiza atividades teatrais no Brasil desde o inicio do Grupo Rangávali em 1981. Participou como ator, diretor de mais de 70 espetáculos teatrais. Idealizador e realizador do "Projeto Reconstrução Teatral" (1996 e 97), que deu origem ao “Centro de Estudos Teatrais – CET”, em São José dos campos. Coordenou atividades do CET de 2001 a 2008 quando foi Coordenador Geral do Festivale – Festival nacional de Teatro do Vale do Paraíb, tendo sido curador em 2009 e 2010.


ADEMIR PEREIRA - Juri Seleção


Ator e diretor de teatro atuando desde 76.  Trabalhou como ator em vários espetáculos como: CANUDOS - Pindamonhangaba (prêmio ator revelação em vários festivais), CAPITÃES DA AREIA - Pindamonhangaba (prêmio melhor ator no FESTE) O HOMEM, A MULHER E A FLOR – Pindamonhangaba, EQUUS – São José dos Campos; MURO DE ARRIMO (concorrente melhor espetáculo do Estado). Dirigiu: A CANTORA CARECA; OS MALEFÍCIOS DO TABACO; FOI BOM, MEU BEM?


VICTOR NAREZI - JURI SELEÇÃO


É profissional de teatro, atua como ator, diretor, produtor e professor de teatro desde 1995.

Formado como Arte-educador com especialização em Metodologia do Ensino de Arte, com pesquisa em teatro infantil.Atuou como ator e diretor em diversos espetáculos, dentre eles: B... Em Cadeira de Rodas- Saidsbaixo – A Comédia, Apareceu a Margarida, Bumba-meu-boi, Do Outro Lado do Morro Existe um Sonho e, atualmente, no espetáculo de rua La Maldición. 

DEBATEDORES


EDUARDO COUTINHO - Debatedor Rua e Papo Vertical


Ator-mímico, estudou em Paris com Ella Jaroszevski e o Théâtre du Mouviment (84), e no Brasil com Sotero (78), Denise Stoklos (82) e David Glass (1988).Fundador do Grupo Refinaria de Theatro, da Cooperativa Paulista de Teatro. Criou e atuou em vários espetáculos, dentre eles, “Viva a Mímica” (1982), “Um Mimomento” (1988), “A Estrambótica Viagem da Música Caipira” (1990), “Eros, Falos e Mimos” (1995), o infantil “Fala ou Não Fala?” e o adulto “Caminhos do Coração”.Como diretor geral em teatro montou espetáculos como “Esperando Godot”, “Zorro”, “A Construção”, “Cartas ao Futuro” e “Em Tempos de Paz” (prêmio Menção de Dramaturgia Corporal em Festival em Mar Del Plata – Argentina).


EVILL REBOUÇAS - Debatedor Adulto e Papo Vertical


É dramaturgo, diretor, ator, pesquisador e professor de artes cênicas.
Licenciado e mestre em artes cênicas pelo Instituto de Artes da UNESP onde também pesquisou A dramaturgia e a encenação no espaço não convencional, objeto de seu mestrado, publicado em livro em 2009 pela Edunesp..Escreveu mais de 30 textos teatrais. Sua formação dramatúrgica inicia-se no CPT - Centro de Pesquisa Teatral com Antunes Filho. Posteriormente estuda com Luiz Alberto de Abreu na ELT - Escola Livre de Teatro. Durante 5 anos estudou e escreveu peças no SEMDA - Seminário de Dramaturgia do Arena, supervisionado por Chico de Assis.  Integrou o Núcleo de Teledramaturgia do SBT e escreveu diversos roteiros para curtas e vídeos, além escrever a novela Mandacaru, dirigida por Walter Avancini.
Atualmente é professor de encenação e dramaturgia no curso de pós-graduação da FAINC – Faculdades integradas Coração de Jesus, em SP.


IPOJUCAN  - Debatedor  Infantil e  Papo Vertical


Ator, Diretor e Doutor em Teoria e Prática do Teatro pela ECA-USP, autor do livro "O Teatro Essencial de Denise Stoklos: caminhos para um sistema pessoal de atuação", atualmente desenvolve uma pesquisa de sobre mascaramento espacial, resultado da tese de doutorado "Mascaramento Espacial: um processo criativo envolvendo a espacialidade corporal do ator".
Com uma experiência ligada ao Teatro Físico do contato com a Dança Contemporânea, a Mímica, a Performance e o Teatro de Formas Animadas, atua no circuito teatral paulistano desde 1992, e atualmente é diretor do Grupo Teatral Isla Madastra, que pesquisa linguagens físicas, tais como Teatro de Formas Animadas, Clown, Commédia Dell’Arte, Mímica etc.


MARCELO DENNY - Oficinas Teatrais 


Diretor teatral, cenógrafo, artista plástico, performer, curador, diretor de arte e  vencedor de mais de 30 prêmios em festivais de teatro pelo Brasil. Mestrado e doutorado em Artes pela ECA-USP. Um dos fundadores dos grupos “Cia Teatral “Cadê Otelo?”, Desvio Coletivo e da Cia Sylvia Que Te Ama Tanto, onde atuou como diretor  e cenógrafo em mais de 20 espetáculos.  Desenvolve pesquisa sobre visualidades (cenografia contemporânea) e performatividades (performance urbana)  na cena contemporânea. É professor doutor na graduação e pós graduação do Departamento de Artes Cênicas da ECA da USP- Universidade de São Paulo.


PROGRAMAÇÃO

 

ESPETÁCULO CONVIDADO

Dia

Horário

Espetáculo

Local

Grupo

Cidade

UF

01

21h00

CHICA BOA

Teatro Galpão

Núcleo Chica Boa

SP

SP

14

14h00

Circuito Cultural Paulista
MINI CIRCO – Performance e Oficina

Bosque da Princesa

Cia Tapias Voadores

SP

SP

15

21h00

Tem Francesa no Morro

Teatro Galpão

As Graças

SP

SP

 

ESPETÁCULO ADULTO as 21h teatro galpÃo

Dia

Espetáculo

Grupo

Cidade

UF

05

Hamelete – O Cordel

Grupo Careta

São Paulo

SP

06

Tropeço

Tato criação cênica

Curitiba

PR

07

As estrelas são para sempre?

Grupo Katharsis

Sorocaba

SP

08

Sintoma

Núcleo de Treinamento de Ator

 São Paulo

SP

12

Ainda Aqui

Cia Cerne

São João de Meriti

RJ

13

As Mulheres Que Não Vestiam Calças

Cia d’Os Palimpsestos

 São Paulo

SP

14

Mazzaropi – um certo sonhador

 Cia Arte das águas

Ibirá

SP

 

ESPETÁCULO INFANTIL As 15h Teatro GalpÃo

Dia

Espetáculo

Grupo

Cidade

UF

02

Aladim e a lâmpada maravilhosa

Trupe de Truões

Uberlândia

MG

03

Carmencita- Ópera para Crianças

Cris Miguel

São Paulo

SP

04

Rabanete, Rapunzel

Titerritório

Pindamonhangaba

SP

09

Ciranda das flores

Cia Prosa dos Ventos

São Paulo

SP

10

Que bicho é esse ???

Grupo Pasárgada

São Paulo

SP

11

Vidma, a menina trança- rimas

 Núcleo Caboclinhas

São Paulo

SP

 

ESPETÁCULO RUA – as 10h00  e as 15h00 Bosque da Princesa

Dia

Horário

Espetáculo

Grupo

Cidade

UF

07

10h00

O Cuscuz Fedegoso

O Buraco d’Oráculo

São Paulo

SP

07

15h00

Segura, mamãe

Cia da Sorte

Brasília

DF

08

10h00

Aconteceu no Brasil
Enquanto o ônibus não vem

Arte da comédia

Almirante Tamandaré

PR

08

15h00

Hoje tem espetáculo

Rosa dos Ventos

Presidente Prudente

SP

14

10h00

Porongo Vaudeville

The Pambazos Bros

São Paulo

SP

15

10h00

Retalhos Populares

Palhaça Carmela

Ilha Bela

SP


ATIVIDADES CULTURAIS


PAPO VERTICAL

 

Tema

Dramaturgia da imagem e diálogos para além do dialogismo – fronteiras poéticas e políticas do contemporâneo”

Palestrante

Evill Rebouças  - Debatedor da categoria Adulto

Dia

06/11/15

Horário

15h00 as 17h00

Local

Museu Histórico e Pedagógico D. Pedro I


Tema

O espaço Cênico Contemporâneo: novas demandas para o ator

Palestrante

Ipojucan Pereira - Debatedor da categoria Infantil

Dia

10/11/15

Horário

19h00 as 21h00

Local

Palacete 10 de Julho


Tema

O corpo construindo uma dramaturgia.

Palestrante

Eduardo Coutinho - Debatedor da categoria Rua

Dia

15/11/15

Horário

15h00 as 17h00

Local

Museu Histórico e Pedagógico D. Pedro I


Oficina


Tema

“Arquiteturas do Corpo” - História, teoria e prática da bodyart e além,

Palestrante

Marcelo Denny

Dia

11, 12, 13 e 14/11/15

Horário

Das 15h as 18h

Local

Museu Histórico e Pedagógico D. Pedro I


Regulamento

clique aqui

 

Histórico

 

Festival Nacional de TeatroPindamonhangaba
De 01 a 15 de novembro de 2015, espetáculos teatrais com  apresentações de grupos de todo  país  movimentarão  mais  uma  vez  Pindamonhangaba.

 

  • Em 1974 o Prof. Diógenes Chiaradia Feliciano criou o Grupo Teatral São Francisco, realizou com esse grupo diversas apresentações no Salão Paroquial e nesse ano realizou  na AA Ferroviária o festival de teatro, que ganhou  o  nome  de  FESTE - que  hoje  é  o nosso Festival Nacional de Teatro de Pindamonhangaba.

 

  • Nos anos seguintes, Diógenes deparou-se com muitas dificuldades para prosseguir  com o Festival.  Mas  a  sua  tenacidade  foi  conquistando  a  colaboração  de  seu  grupo    e comovendo  alguns   empresários,   que  foram   cedendo   o  uso   de   seus   espaços, possibilitando as apresentações.
  • Em 1975 o Festival aconteceu novamente no Salão Paroquial, em outubro, com nove grupos participantes, tendo sido necessário o processo de seleção dos espetáculos, devido ao grande número de inscritos. Em 1976 foi realizado no então Cine São José. Em 1977 o Festival  começou  a  ser  realizado  no  Clube  Literário  e Recreativo, ali permanecendo até o ano 2000.

 

  • Em 1980 a Prefeitura Municipal de Pindamonhangaba assumiu a realização, por meio do Departamento de Cultura, que passou a organizar e coordenar o Festival.
    Em 1982, 1986, 1999 e 2010 não foram realizados, por falta de recursos.
  • Neste ano, o XXXVIII FESTE recebeu 160 inscrições de grupos teatrais de vários estados brasileiros, que foram selecionados pela seguinte Comissão de Seleção: Ademir  Pereira e Atul Trivedi e  constará de  7 espetáculos nas categoria Adulto, 6 na categoria Infantil, 6 na categoria Rua,   3 espetáculos convidados, debate após todas as apresentações, Papo Vertical e Oficina: “Arquiteturas do Corpo” - Historia , teoria e prática da bodyart e além, com Marcelo Denny

 

  • As peças das categorias Adulto e Infantil acontecerão no Espaço Cultural – Teatro Galpão e da categoria Rua no Bosque da Princesa.
  • Compondo o quadro de profissionais artístico, este ano o Festival contará com a competência dos Debatedores  Eduardo Coutinho, Evill Rebouças e Ipojucan Pereira.