UFMP R$ 88,03
Unidade Fiscal do
Municpio de Pinda

 

EDUCAÇÃO

Projeto Edutran comemora 10 anos em Pindamonhangaba
23/03/2017 - 18h37

 

Há 10 anos, o Edutran vem formando crianças das escolas municipais como agentes multiplicadoras de Boas Ações no Trânsito. Mais de 7 mil meninos e meninas já receberam aulas teóricas e práticas com os agentes do Departamento de Trânsito da Prefeitura.

Neste semestre, estão sendo atendidas mais 550 crianças do 4º ano de dez escolas municipais: EM Prof. Augusto César Ribeiro, Vila Rica; EM Dulce Pedrosa Romeiro Guimarães, Boa Vista; EM Prof. Elias Bargis Mathias, Araretama; EM Prof. Félix Adib Miguel, Lessa; EM Dr. André Franco Montoro, Crispim; EM Profª Gilda Piorini Molica, Santa Luzia; EM Profª Madalena Caltabiano Salum Benjamin, Araretama; EM Profª Maria Aparecida Arantes Vasques, Mombaça; EM Profª Maria Aparecida Camargo de Souza, Ribeirão Grande; e EM Vito Ardito, Araretama.
A EM André Franco Montoro, do Crispim, recebeu  na quinta-feira (23), uma aula especial em comemoração aos 10 anos do Edutran. Na parte teórica, todos os cuidados que os ciclistas devem ter no trânsito, seu papel e seus direitos, por meio de vídeos e imagens na lousa digital da sala de aula. Em seguida, os alunos puderam colocar em prática o conhecimento adquirido brincando na mini-cidade, montada no pátio da escola.

A aluna Alice, de 8 anos, era uma das mais interessadas. Em sala, levantou a mão várias vezes para responder as perguntas feitas pelos agentes de trânsito, e no pátio, foi uma das ciclistas a participar da dinâmica da cidade mirim. Ela contou que sua mãe já ensina em casa muitas regras de trânsito, mas que as aulas estão trazendo um conhecimento a mais, que ela usa principalmente no trajeto para ir e voltar da escola.

A gestora da unidade, Maura Ribeiro, aprova o Edutran e apóia sua presença nas escolas. "O projeto é importante para mostrar de forma prática como as crianças podem atuar no trânsito. Agora é a hora certa para trazermos esse ensinamento, pois elas estão ainda em formação", observou. "E o melhor de tudo é que as crianças levam para os pais o que aprendem na escola, e ainda cobram comportamento da família", lembrou a gestora.

De acordo com o agente de trânsito José Ouverney Júnior, o Edutran tem dois objetivos: a curto prazo, proporcionar segurança no trânsito para as crianças em seu cotidiano e, a longo prazo, colaborar para que essas crianças sejam adultos mais conscientes no trânsito. "A criança é inocente e não percebe o perigo que podem estar correndo no dia a dia. Todos os alunos são muito inteligentes, pegam o conteúdo de maneira excelente, e levam a mensagem aos seus familiares e amigos. Tenho certeza que, no futuro, serão motoristas muito melhores", concluiu.

 

Outras Matérias


MAIS MATÉRIAS