09/10/19 – Prefeitura convida para apresentação do diagnóstico socioterritorial do município

09/10/2019

A Prefeitura de Pindamonhangaba, por meio da Secretaria de Assistência Social e CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) realiza, nesta quinta-feira (10), a apresentação do Diagnóstico Socioterritorial do município. O evento será às 10 horas, na Faculdade Anhanguera, com palestra da psicóloga Cíntia Parisotto.

O diagnóstico Socioterritorial é um elemento fundamental para a organização, coordenação e prestação dos serviços da Proteção Social Básica e Especial de Média e Alta Complexidade, no qual permite organizar a oferta de serviços de forma territorizada em áreas de maior vulnerabilidade e risco social.

A elaboração do Diagnóstico Socioterritorial possibilita conhecer as dinâmicas sociais, econômicas, políticas e culturais, reconhecendo as suas demandas e potencialidades, a fim de subsidiar os responsáveis e operadores da política de assistência social na construção de suas propostas de ação.

Tendo à frente a Secretaria de Assistência Social, o processo de construção do Diagnóstico Socioterritorial do Município de Pindamonhangaba tem a intenção de afirmar a Política de Assistência Social, com foco na identificação de possíveis vulnerabilidades sociais e situações de risco, assim como, as potencialidades na oferta dos serviços socioassistenciais, possibilitando a construção de estratégias de atuação que sejam capazes de orientar o trabalho futuro.

Este estudo é um importante instrumento de garantia e defesa de direitos que pretende criar, fortalecer e implementar um conjunto articulado de ações e metas para assegurar o atendimento e a proteção integral voltado aos indivíduos e famílias do município.

Esta produção foi realizada pela empresa Ser Desenvolvimento Humano e Empresarial Ltda ME com a participação da Secretaria Municipal de Assistência Social e a Vigilância Socioassistencial, bem como todas as instituições que ofertam serviços socioassistenciais no município de Pindamonhangaba.

Para a realização do diagnóstico foi realizada uma pesquisa mista com dados qualitativos e quantitativos, uma pesquisa bibliográfica, em que foram levantadas diversas informações sobre os aspectos sociohistóricos do município, assim como foram averiguados registros quantitativos de dados que subsidiaram as análises comparativas principalmente da rede socioassistencial do município.

A metodologia aplicada no processo de priorização dos CRAS foi com base nos dados disponíveis das cinco unidades do município de Pindamonhangaba, esses dados

foram essenciais para o procedimento realizado e para identificar a unidade com a maior necessidade de priorização.

Compartilhar: